A Accenture lançou a Cloud First - uma nova área que promete criar um modelo de migração rápida para a cloud e gerar maior valor para clientes e stakeholders.
 
Lisboa, 23 de setembro de 2020: A Accenture anunciou a criação da Accenture Cloud First para acelerar a transição digital e a migração de clientes para a cloud. Com um investimento de 2.5 mil milhões de euros para os próximos três anos, a Accenture pretende ajudar os clientes de todos os setores a tornarem-se empresas ‘cloud first’. Karthik Narain irá liderar esta nova área da Accenture e ingressará no Global Management Comitee a partir do próximo dia 1 de outubro.
Reconhecida como parceira líder dos principais provedores de cloud a nível mundial, a Accenture apresentou, no final do ano fiscal de 2019, uma receita de, aproximadamente, 11 mil milhões de dólares em serviços de cloud. A sua liderança abrange desde o Software as a Service – oferta entregue através dos Serviços Inteligentes de Plataformas da empresa – até à sua migração, infraestrutura e serviços aplicacionais na cloud. A empresa dispõe de mais de 100.000 profissionais especializados que ajudam os clientes a moldar, construir e desenvolver os seus negócios na cloud e ainda perceber os seus benefícios, velocidade, custo, talento e inovação.

Julie Sweet, CEO da Accenture afirma que “a atual situação da COVID-19 criou um novo ponto de inflexão que exige que cada empresa acelere a mudança para a cloud, como uma base para a sua transformação digital, e que ajude a construir a resiliência, novas experiências e produtos, confiança, velocidade e redução de custos estruturais que a crise económica e social exige”. Segundo a CEO da Accenture, “a criação da Accenture Cloud First, e o investimento substancial associado, demonstram o compromisso da empresa em entregar mais e maior valor aos nossos clientes quando estes mais precisam. A transformação digital está intimamente ligada à cloud em escala, e a liderança pós-COVID requer que cada empresa se torne numa empresa ‘first cloud’.

A Accenture Cloud First é um novo grupo multisserviço de 70.000 profissionais de cloud que reúne todo o poder e amplitude das capacidades de tecnologia e indústria da Accenture, as relações com o ecossistema de parceiros, e o profundo compromisso com a aprendizagem e qualificação dos colaboradores dos clientes e com um negócio responsável. Este novo grupo tem como principal objetivo permitir que as organizações migrem para a cloud com maior velocidade, obtendo mais valor para todos os stakeholders num momento particularmente crítico.

A Accenture Cloud First integra a ampla experiência da empresa em cloud, incluindo migração, infraestrutura e serviços de aplicações e o ecossistema de parceiros; profundo conhecimento das várias indústrias, dados e capacidades de inteligência artificial; a experiência líder da Accenture Interactive em desenho; e a experiência inigualável da empresa na modernização e operação de grandes áreas de TI e processos de negócios chave em finanças, recursos humanos, marketing, cadeia de abastecimento e setores específicos, para empresas líderes globais. Esta experiência operacional em escala é crítica para garantir que as empresas obtêm valor com sua cloud e com a transformação digital. A computação de ponta, integrada com a cloud, também será uma área de foco.

A Accenture Cloud First também combina aprendizagem e experiência em desenvolvimento de talentos; profunda experiência em gestão de migração para a cloud; e modelos operacionais adaptados à cloud que revelam um compromisso com o negócio responsável - com segurança, privacidade de dados, uso responsável da inteligência artificial, sustentabilidade, ética e conformidade, incorporados nas mudanças fundamentais que a Accenture ajuda as empresas a alcançar.
O investimento de 2.5 mil milhões de euros da Accenture será usado para continuar a inovar, em conjunto com os seus parceiros cloud e outros membros do ecossistema tecnológico, na elaboração de planos para as indústrias, modelos de dados e soluções; dados de IA em cloud e arquiteturas de IA; infraestrutura completa e integrada e capacidades aplicacionais; ferramentas cloud, ativos e automação para reduzir o custo unitário e impulsionar a inovação; e investigação e desenvolvimento em computação de ponta e outras tecnologias relacionadas com a cloud.

Karthik Narain será o responsável pela Accenture Cloud First. Veterano da indústria de tecnologia, Narain era líder da Accenture Technology na América do Norte, tendo ajudado empresas do Global 2000 na adpoção da cloud e de outras tecnologias para transformar os seus negócios. Ao longo da sua carreira de 20 anos, liderou muitos programas inovadores de tecnologia para clientes em diferentes sectores, incluindo Software & Plataformas, Serviços Financeiros e Alta Tecnologia. Karthik também liderou anteriormente os serviços de tecnologia para a indústria de comunicações, media e tecnologia da Accenture.

Paul Daugherty, Group Chief Executive da Accenture Technology, assume que “a cloud é a tecnologia mais disruptiva e criadora de valor do nosso tempo - é a base para a transformação digital que está a originar mudanças profundas na forma como as empresas operam, competem e criam valor para todos os stakeholders”. A maioria das empresas estão a utilizar apenas 20% das capacidades de cloud. Para Paul Daugherty, “mudar para 80% ou mais, de forma ágil e com um custo-benefício assegurado, é uma mudança que requer um novo e ousado modelo. A Accenture Cloud First, assim como o nosso investimento de 2.5 mil milhões de euros e os nossos recursos de software, garantem que proporcionamos aos nossos clientes a criação de valor, velocidade e inovação em cada momento da sua jornada para a cloud.

Annette Rippert, Group Chief Executive, Accenture Strategy and Consulting, defende que “a aceleração para novos níveis de desempenho digital pelas empresas requer uma transformação de talento para alcançar novas formas de competir, operar e corresponder às necessidades dos clientes”. Annette Rippert acredita que “a ajuda aos nossos clientes a desenvolver com determinação as competências básicas de que necessitam e a adoptar rapidamente novas formas de trabalho é essencial para obter o valor de migrar para a cloud. A Accenture Cloud First disponibiliza as nossas elevadas capacidades para impulsionar a mudança e desenvolver o talento, não só para os nossos clientes, mas também para a Accenture. Já estamos 95% na cloud e, no ano fiscal de 2019, investimos mil milhões de dólares no desenvolvimento do nosso modelo.

Este anúncio ocorre num momento crítico, caracterizado pelo aumento notório da procura por computação em cloud, devido à pandemia da COVID-19. De acordo com a Gartner, prevê-se que o mercado mundial de serviços de cloud pública cresça 6,3% em 2020, alcançando 257,9 mil milhões de dólares, contrastando com os 242,7 mil milhões de dólares em 2019. “Quando a pandemia de COVID-19 surgiu, houve alguns contratempos iniciais, mas a cloud finalmente ofereceu exatamente o que se suponha que deveria oferecer”, disse Sid Nag, , Research Vice President na Gartner. “A cloud respondeu ao aumento da procura e atendeu à preferência dos clientes por modelos de consumo elástico e pago com base na utilização.”[1]